Orçamento Participativo Criança

Publicado dia 19/09/2016

A cidade de Santo André (SP), contou em 2014 com a participação de crianças e adolescentes em seu processo de construção de um Orçamento Participativo. Ao todo, 35 mil meninos e meninas de escolas públicas da cidade se mobilizaram para discutir prioridades e elegeram representantes-mirins que participariam das plenárias municipais de orçamento participativo. A cidade, que faz parte da Rede Brasileira de Cidades Educadoras, tem assim, dado mostras concretas de que política e participação podem ser aprendidos desde cedo.

Eleições foram organizadas na sala de aula e os eleitos, então, saíram pela escola e pelo bairro encontrando problemas e demandas das crianças, que iam desde mais brinquedos até incremento dos aparelhos públicos de esporte e lazer, cuidado com praças e ruas, etc. Para apresentar as demandas, os pequenos ainda não-alfabetizados fizeram desenhos que foram interpretados em conjunto com a equipe da creche.

Com tudo em mãos, compareceram às reuniões do conselho mirim de Orçamento Participativo da cidade, no qual um grupo de 30 crianças se reuniu com prefeito, secretários e vereadores de Santo André.